>

Escravidão moderna: ela está acontecendo ao seu lado?

19 Outubro 2017

Eles poderiam ser seus vizinhos, ou os trabalhadores da construção civil na rua. A escravidão moderna acontece em todos os lugares, inclusive na Europa.

©lisakristine.com

“Ele disse que, se eu conversasse com alguém, eu iria desaparecer e que, se eu tentasse voltar para a Lituânia, eles encontrariam minha família e os matariam”, disse Jonas, resgatado de uma fábrica no Reino Unido.

Para Henriette, uma empregada doméstica na França, a vida se tornou insuportável: “Eu passei quase cinco anos trabalhando naquela casa, comendo os restos de comida das crianças, dormindo no chão, não tendo o direito de descansar, de ter tempo livre, de estudar, ir a um médico ou sair”.

Para marcar o Dia da União Europeia contra o Tráfico, em 18 de outubro, gostaríamos de destacar os 11 países da União Europeia (EU) que ratificaram o tratado internacional da OIT que visa acabar com o trabalho forçado definitivamente.

São eles: Espanha, Holanda, Dinamarca, Suécia, Polônia, Chipre, Finlândia, Estônia, República Tcheca, França e Reino Unido.

Três países que não são membros da UE também ratificaram: Suíça, Islândia e Noruega.

Em novembro de 2015, o Conselho da UE incentivou os Estados membros a ratificarem o Protocolo “o mais rápido possível”.

Até agora, 20 países de todo o mundo ratificaram o Protocolo. Se o seu país não estiver na lista, entre em contato com os representantes do seu governo, explicando por que você acha que seu governo deve ratificar o tratado.

Saiba o que mais você pode fazer para ajudar a acabar com a escravidão moderna.